quinta-feira, 24 de maio de 2012

O passarinho que mandou um beijo pra mamãe

Não sei se já comentei aqui sobre isso, se já desculpem a repetição do assunto mas é que estou com isso fresquinho na cabeça ...

Tudo começou há uns 8 meses atrás.

Indo para a escola Chicletinho pede para esperar que ele precisa pegar seu passarinho de estimação ... hein?!?!

Ele se 'agacha' coloca o dedinho no chão e diz : pronto, ele já está no meu dedo ... chegou na escola e deu tchau para o passarinho e entrou.

Depois perguntei a ele :
- Qual o nome do passarinho meu filho? a resposta foi um nome, talvez pronunciado em marciano que não consegui entender, mas fiz cara de paisagem depois da 3a tentativa.
- Ele gosta de fazer oq meu filho? de voar.
- Vocês brincam muito? brincamos e conversamos.
- E qual a cor dele? rosa



imagem do passarinho desse site aqui ó: http://kmcmurtrydesign.com


O passarinho 'veio nos visitar' muitas outras vezes depois, mas ultimamente ele andava um pouco sumido ... voando por aí.

Eis que hoje, enquanto Chicletinho tomava banho fazia bolinha e tagarelando ... prestando atenção ele falava com seu passarinho de estimação: então tá, manda um beijo para sua mamãe ! (Chicletinho fala isso para as pessoas quando se despedem dele, ele sempre pede pra mandar um beijo pra alguém, mas nesse caso o passarinho me mandou um beijo).

Confesso que no começo esse assunto me deixou um pouco apreensiva, não me lembro de ter tido amigos imaginários na minha infância.

E como lidar com isso? Isso é bom, ou ruim? Será que ele está sentindo falta dos amigos? Tantos pontos de ??????????????????????

Dei uma fuçada na Internê, nossa amiga, sobre esses amiguinhos imaginários, encontrei um textinho simples sobre o assunto. E o resumo é: não se preocupe com amigos imaginários ...

Texto :: Amigo imaginário, como os pais devem lidar com isso?
Agora, se vc quiser um textão: Amigo invisível ou imaginário


E então minha gente, ter filho é ou não é um aprendizado contínuo ?!?!?!

9 comentários:

✿ chica disse...

Que amor e realmente aprendemos muito com os pequenos e grandes filhos,rsrs beijos,chica

Julia Igreja disse...

Oi Li! Não imagino se existe certo ou errado para lidar com esses amigos imaginários - e claro, também não lembro de ter tido um. Mas parece saudável!
E o chicletinho tem bom gosto! Passarinho rosa é super raro hahahaha Adorei!
Vou ler os textos com calma :)
Beijos

Poliana Cardozo disse...

Mas que lindo! Ter um passarinho imaginário e que bonito da sua parte não podar! Um beijo para você!

Nini Ferrari disse...

Ounn... seu filho deve ser a coisa mais fofa desse mundo!!!

Eu também não tive amigos imaginários, mas o dele parece ser uma graça! =]

Claudia Bins disse...

Ai que fofo! As minhas nunca tiveram amigos imaginários, mas eu acho tão bonitinho... ;-)

Simone Hara disse...

Oh que fofura!!
Minha filha mais velha teve um um amigo imaginário por quase um ano. No começo também me preocupei, mas vi que ela continuava interagindo com os amiguinhos de carne e osso e dai me acalmei!
A caçulinha já prefere ter os bichinhos de pelúcia como confidentes e amigos de brincadeiras. fica HORAS conversando com eles...

Melissa Lima disse...

Minha filha teve um amigo imaginário, chamava ele de "Ley" , era um chinês (!) e tudo de ruimmmmm acontecia com o Ley. Me preocupei até, levei pro psicólogo, pelo fato dela colocar todos os medos, em cima dele....rs mas é super normal e bacana ter amigos imaginário! Eles somem conformem eles crescem...(o finado Ley, pegou gripe suína....rs).

UMA SENHORA VIAGEM disse...

só consegui ler o 1º texto,mas o textão dá erro.
Eu amo observar criança,suas histórias, seus recursos. Acho amigo imaginário uma invenção inteligente. Chicletinho deve ser uma criança incrível.

Aline Figueiredo disse...

Aaah que lindo! Eu acho que faz parte e deve ser maravilhoso poder brincar até com o imaginário. Queria que continuássemos com essa magia da infância para sempre! Minhas filhas não tem nenhum amigo imaginário até agora, mas minha irmã tinha vários!rs
Ser mãe realmente é demais!