quarta-feira, 30 de maio de 2012

Blogagem coletiva sobre o amor

O Amor

Ele pode ser sentido e percebido de maneiras diferentes, mas acho que em todos os tipos de amor 2 coisas são sempre iguais :: a vontade de proteger e cuidar

Acho que o primeiro amor que sentimos, sem mesmo nos dar conta é o amor de mãe e de pai :: quando ainda somos pequenininhos a mãe está ao nosso lado, cheirando, acariciando, protegendo ensinando

Quando falo de mãe não necessáriamente é 'o ser' mulher que engravidou e pariu, mas falo da pessoa mais próxima que nos enche de amor e cuidados :: pode ser o pai, irmão, tio, vó, vô, quem te acolheu

Esse amor é sim sentido pelos filhos

Depois desse turbilhão descobrimos nossos primeiros encantos :: na adolescência e 
depois na fase adulta

Em alguns momentos não conseguimos distinguir ao certo o amor da paixão, mas o sentimento de cuidar e proteger estão sempre por perto

No meu caso, vejam bem isso é pessoal, eu 'materializei' esse sentimento depois que fui mãe

Não é um estado de maravilha 100% do tempo, mas acho que é isso mesmo que é o amor

Por mais difícil e transformador (para o bom e o não tão bom sentido) que seja, você quer sempre estar ao lado desse serzinho, que te desafia o tempo todo, faz birra, mas também abre um sorriso encantador quando te vê esperá-lo para buscá-lo na escola, do nada solta um EU TE AMO VOCÊ (assim mesmo, acho que pra reforçar é pra vc mesmo o meu amor)

Com a maternidade aprendi a amar de maneira mais serena os meus famíliares, sem cobrança ... entendi que não conseguimos fazer tudo aquilo que queremos mas nem por isso amamos menos

Eu já ouvi que família você constrói a sua, que com o tempo pai / mãe / irmãos / primos deixam de ser, de um certo sentindo, sua família

Eu não concordo com isso, vejam bem opinião pessoal

Acho sim que você AGREGA mais pessoas à sua família

Acredito sim que os amigos são 'uma parte' da família que você teve o privilégio de poder escolher

E que os irmãos são essenciais para compartilhar com você o amor sincero dos seus pais

.: o texto ficou um pouco confuso ??? mas acho que é assim mesmo, esse sentimento de amor não é simples ... é complexo e arrebatador, mas que é muito bom sentir (dar e receber) :.






Amanhão é o dia proposto pela Mirys, diariodos3mosqueteiros.blogspot.com, para ser o dia da família.

Se não estiver perto das pessoas que você ama, ligue / manda um bilhete / um email / um whatsAPP, só não deixa de dizer o quanto essa pessoa é importante para você

Quer saber mais sobre essa blogagem coletiva ? Dá um pulo lá no blog da Mirys ;)



4 comentários:

✿ chica disse...

Ficou lindo teu modo de amar e participar!!Podemos fazer tanto,né?

beijos,tudo de bom,chica

Mirys + Guigo + Nina disse...

Li Amore:

ADOREI sua participação, só pra variar!!! E concordo em gênero, número e grau com você: família só cresce, a gente vai agregando pessoas e mais pessoas queridas! E essa é a melhor parte da vida!!!

Amigos queridos, como vocês, ainda que não participem da nossa vida com um bolinho no final da tarde, a tornam sempre, sempre, sempre mais saborosa! Obrigada por fazer parte da minha família de coração!

"Eu te amo você também!" (como dizia o Guigo... pena que eles crescem!)

Bjos e bençãos.
Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

Marion disse...

Cheguei aqui pelo blog da Mirys. Gostei do que li, do que vi! Marion, do blog Criações em família & cia.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Vc terminou o seu post muito bem definindo o amor: é assim que ele é...
Bjm de paz e amor