quarta-feira, 9 de maio de 2012

Nas alturas

Antes do Chicletinho nascer, na verdade antes de começar a namorar o husband, eu sempre fui mto ativa e sempre pratiquei mtos esporte.

Na época da escola: handebol, voleibol (areia e quadra), futebol, tênis e até basqueta (no auge dos meus 1,60m de altura kkk). Mas enfim, sempre curti estar no meio da galera, o clima dos jogos e treinos me animavam mto.

Depois de mais crescida parti para um esporte um pouco mais perigoso: rapel. Faço mergulho (faço não né, fazia argh) ...

Queria muito ir à Austrália para pular de bungeejump ...

Tentei também andar de patins, mas nem mais nova eu consegui (minha amiga Girlane bem que tentou me ensinar mas ...)

Bom, tudo isso pra falar que depois de ser mãe virei uma cagona ...

Comecei a perceber que eu não era mais a mesma quando viemos morar em Londres depois do Chicletinho nascer. Fomos fazer um programa bacana: London eye e depois Aquário ...

Bem amigos da rede ... quando a roda gigante começou a subir minhas pernas simplesmente travaram e eu me sentei no banco que fica no meio da cápsula e de lá só saí na hora de descer (foram os 30 min mais longos da minha vida!!!)

Enquanto o pânico tomava conta de mim eu procurava não demosntrar para o pequeno, enquanto ele e o husband estavam com os rostos grudados no vidro da cápsula olhando tudo e tirando fotos.

Pois bem, isso foi lá em 2010 .... nunca mais voltei na London Eye depois desse episódio.

Mês passado fomos para o Rio de Janeiro e eu já tinha feito todos os roteiros na minha mente, super empolgada pq iria no Cristo com o Chicletinho. Ele adora o filme Rio e a idéia era mostrar pra ele os lugarem que apareciam no filme.

Então tá, chegou o grande dia .... fomos ao Cristo. Chegando lá em cima me deu um pânico gigante que eu não deixava o Chicletinho se aproximar dos cantos, husband começou a ficar impaciente comigo (alow tamanha falta de sensibilidade) comecei a chorar.

Chorava tanto, com medo ... medo que meu bem mais precioso caísse lá do alto ... não consegui curtir o passeio. Logo fomos embora :((

O interessante é que sinto esse medo só quando o Chicletinho está comigo, é uma sensação estranha do tipo: segura firma na mão dele caso contrário ele pode escorregar e cair no vão ....

Não sei se isso é uma Acrofobia (medo de altura) preciso procurar um analista para resolver isso.

E vc, desenvolveu algum medo depois que a cria nasceu ???

4 comentários:

Carol P disse...

Eu nao sou fa de alturas nao.
Eo o passeio no london eye foi bom por 15 minutos depois sentei no anquinho tambem.

Mirys + Guigo + Nina disse...

Li:

Depois que os dois nasceram (e depois que o husband morreu), meu medo apareceu: medo de morrer, também. De EUZINHA morrer! Porque daí os pobres ficarão sem pai, nem mãe! E isso não pode, né?...

Então, tudo o que eu vou fazer COM ELES, é super tranquilo pra mim. Nem que seja viajar de avião, pular de banguejump, encarar estradas terríveis do Brasil. Não tem o menor problema.

Mas, se saio SEM ELES... a coisa pega pro meu lado! Fico com pânico do avião cair, da corda se romper, do carro sair da pista. Loucura, eu sei... Mas é inevitável!

E você perguntou!

Bjos e bençãos.
Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

Debby disse...

Olá.. vi você na Mirys e aqui estou .
Em primeiro lugar parabéns pelo blog.
Amei
Em segundo... tive e tenho mas não é bem pânico...é uma mania que com o tempo descobrir que é o medo de não acontecer mais sabe ?
Tipo assim ( é meio louco eu sei rs rs ) mas é tirar fotos, filmar pegar todos os miquinhos dele ( João Victor) , filmar todas as dancinhas os primeiros tudo dele. Isso virou um vicio.. é certo que tem loucuras que eu fazia quando era mais nova que hoje com meu babys nem passo perto.
Mas essas vicios se acentuam a cada dia quando percebo meu pequeno crescendo... e agora mesmo estou com lágrimas nos olhos.
Sabe quando você pede a Deus ( sei ser um baita de um egoismo ) mas peço! para ele não crescer!
Ai ai pois é !!!
Agente muda e muito quando metade de um tudo de nós ... nasce!

Amei seu blog e já estou te seguindo
Bjs
Debby :)

Liliane Arend disse...

@Carol P é acho que as aturas não rola mais
@Mirys esse medo também tenho
@Debby obrigada pela visita!