quarta-feira, 11 de maio de 2011

2o filho - a explicação

Adorei todos os comentários. E conversando com uma amiga ela me disse que não tinha entendido a minha posição - valeu Ju.

Bem gente, eu concordo com todos os comentários, especialmente aqueles que reforçam o fato de que o melhor momento para se ter um filho, ou o 2o ... enfim, depende do tempo da FAMÍLIA.

Entende-se família aqui a família que estamos, eu e o Ric, construindo. Então nossa família, de 3 pessoas, deve estar pronta para o 2o filho.

Sou totalmente a FAVOR do 2o filho. Eu mesma tenho mais 2 irmãos e não saberia viver sem eles. Nossa diferença é de 3 anos (minha irmã mais velha é 3 anos mais velha do que eu e eu sou 3 anos mais velha do que meu irmão mais novo).

Eu estava relutante a esse quesito pq é cansativo, mas é proporcionalmente prazeroso criar um filho (alow, mãe tem esses sentimentos ambíguos).

Sou muito feliz em ter o meu filho por perto. Cada dia que passa tenho mais certeza de que ele escolheu ser meu filho pra me ensinar muito! É uma busca constante para melhorar 'pra ele', em benefício dele.

Paciência então. Eu que sou uma pessoa prática e ágil tenho que aprender diariamente que cada pessoinha tem o seu tempo. Cada pessoa tem um 'time' diferente. E temos que respeitar.

Acho que meu post foi mais um desabafo em busca de um pouquinho de respeito sobre esse assunto.

É comum sempre ouvir:
- qdo se está namorando: qdo vão casar?
- qdo se casa: qdo terão o 1o filho?
- qdo se tem o 1o filho: e qdo vem o irmãozinho?

Mas eu já estava com 'tolerância zero' em relação a isso. É mta intromissão....

Bom, aí conversando com o husband sobre esse assunto eis que outras dúvidas surgem:
- será que seremos capazes de amar o 2o filho com a mesma grandeza e intensidade que amamos nosso JP?

Afe, é claro que sim! Já ouviu dizer que o amor dos pais só se multiplica ??? Alow!!!

Pois é, mas as dúvidas estão rondando nossos pensamentos. Mas sim, queridos amigos da rede globo, teremos o 2o filho ... mas isso não é para daqui a 9 meses. Começamos a pensar agora para quem sabe começar a encomendar em 2013 (husband nem sabe ainda desse planejamento hihihihi)

Mas enquanto o 2o não vem, mato a saudade de cheirinho de neném com os filhos das amigas e olhando as fotos do meu pequeno. Como ele mudou!

eu e o JP ainda no hospita (1 dia de vida)


JP em casa (ele já saiu da maternidade com instruções para complementar as mamadas, o menino era voraz)


Husband complementando a mamada em uma das madrugadas

4 comentários:

Grazi, mãe do Principe disse...

Olha te admiro, pq eu definitivamente não penso em ter outro filho #prontofalei .

Apesar de sentir saudades de cheiro de nenem em casa , mato saudade com as fotos hihihi.

Bom e que venha o segundo filho .

bjus

Guaciara Rhein disse...

Mas o JP tinha muito cara de rapazinho ainda RN! Como o tempo voa... aqui em casa, antes de ter meus filhos, sempre soube que teria pelo menos dois. Queria três na verdade. Mas dois eu tinha certeza que queria e com pouca diferença, para criar juntos, para brincarem. Eu tenho um irmão 9 anos mais novo e somos grandes amigos. Mas é aquilo, né, eu sou uma segunda mãe pra ele. Levei muito em escola, em curso, fui em reunião de escola... penso nele como um filho mesmo, levo para o mercado, compro roupa quando tá precisando. Aqui Arthur nasceu e logo queria outro bebê, só esperei ele desfraldar. Hoje vejo que 3,5 anos de diferença não é muita coisa e foi o suficiente para me deixar LOUCA! É uma doideira na minha cabeça, muito amor e muito cansaço ao mesmo tempo... mas não me arrependo. Para mim, o segundo filho foi ótimo, eu e meu marido mudamos muito, aprendemos a dividir o amor e atenção. Duro tá sendo pro Arthur, que tem bastaaaante ciúme... mas não troco essa vida por nada! Agora o terceiro? Fora dos planos, rs! Bjs!

Melissa Lima disse...

Esse post foi antes da sua filha né? Quero ler o depois que ela nasceu, curiosa de como aconteceu! Eu sou mãe de uma menina de 10 anos linda. Tive vontade de ter um segundo depois dela, engravidei, mas perdi! Foi a maior tristeza que eu tive, e , me traumatizei demais. Depois disso, resolvi ficar com uma e meu amor infinito por ela! :) Foi a vida quem decidiu por mim. Beijos.

UMA SENHORA VIAGEM disse...

Eu tenho 3 e queria ter 4.Sempre tive vontade de ser mãe,mas entendo que não quer ser ou só quer um filho. As pessoas ficam dando palpite e cobrando demais sobre a vida dos filhos, sobrinhos,amigos,conhecidos. Criar filhos é muito bom mas tb muito difícil.