segunda-feira, 11 de abril de 2011

Sobre os acontecimentos em Realengo

Não tem como passar desapercebido. Ainda estou chocada.

Não tem como prever oq teria acontecido se ....

Oq nos resta é rezar para acalentar os corações das famílias que perderam seus pequenos nessa tragédia.

Fazer o mínimo que esteja ao nosso alcance para tentar auxiliar, de alguma maneira, aqueles que não têm instrução e conhecimento.

Como? Quando sua empregada, manicure ou o jardineiro comentar alguma coisa oriente, converse, perca 5 minutos.

Eu não sei gente. Queria muito, nesse exato momento, ter respostas para as barbaridades cometidas pelo ser humano.